Inframoura

Tratamento para controlo preventivo da praga vulgarmente conhecida por processionária ou lagarta do-pinheiro

12/10/2021
Tratamento  para controlo preventivo da praga vulgarmente conhecida por processionária ou lagarta do-pinheiro
Tratamento para controlo preventivo da praga vulgarmente conhecida por processionária ou lagarta do-pinheiro

A empresa PESTOX, ao serviço da Inframoura, iniciou esta semana o tratamento para controlo preventivo da praga Thaumetopoea pityocampa vulgarmente conhecida por processionária ou lagarta do-pinheiro.
Consoante a tipologia do pinhal irão ser usados 2 tipos de tratamento: endotratamento e pulverização.

Durante as próximas semanas os tratamentos irão ser efetuados do seguinte modo:

11, 12, 13, 25, 26, 27 de outubro: endotratamento
14, 15, 28 e 29 de outubro: pulverização

2, 3, 8 a 12 de Novembro: endotratamento
4 e 5 de novembro: pulverização

A utilização do endotratamento (injeção no tronco) é uma aplicação controlada, sem impacte ambiental que permite chegar a zonas de pinhal inatingíveis por pulverização. É o tratamento usado sem condicionantes ao nível das condições climatéricas e sem risco toxicológico para o aplicador, pessoas e animais.

Devido às dúvidas sobre o efeito da ação da substância ativa usada nos tratamentos e o consumo de pinhão tratado, irão ser afixados avisos nos locais em que se identificar e evitar totalmente a possibilidade de consumo de pinhão de pinheiro manso.

Apesar da redução de fitofármaco pela microinjeção do endotratamento, a pulverização preventiva ao aparecimento das formas urticantes da lagarta será também a técnica usada, sendo um método mais expedito em manchas e grandes áreas contínuas de pinheiro, com uma maior eficácia no tratamento e segurança ambiental.

Em janeiro e fevereiro irá proceder-se, posteriormente, ao corte dos ninhos que surjam.

Caso tenha um pinheiro no interior do seu lote proceda igualmente ao seu tratamento desde já, a fim de se evitar problemas.

Para mais informações sobre métodos de controlo aconselhados para esta praga no site do INCF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas

O controlo de processionária do pinheiro, em zonas urbanas e áreas de lazer é, para além de uma questão fitossanitária, de proteção dos pinheiros contra a ação nefasta causada pelas lagartas de processionária, também uma questão do domínio da saúde pública, o que justifica a intervenção das entidades públicas e privadas, no controlo das populações deste inseto naquelas áreas.

A colaboração de todos é fundamental no combate a esta praga.